Artigos

Administração de contratos :
Toda obra de engenharia necessita planejamento para sua
melhor execução.Quando se contrata uma obra, as partes
definem as suas responsabilidades para a execução do objeto
contratado. Devido a complexidade que envolve uma obra de
engenharia , existem diversos imprevistos que acontecem
durante a execução contratual, como desapropriações
atrasadas, licenças ambientais não liberadas no prazo
necessário, atrasos de projeto ou indefinições,falhas de
execução, atrasos do contratante, além dos casos clássicos
como força maior e caso fortuito. Esses eventos, caso não
claramente definidos quanto a quem é o responsável no
contrato entre as partes , através de matriz de riscos ou
cláusulas contratuais podem levar a um desequilíbrio
econômico financeiro a uma delas, ocasionando a necessidade
de ser apurado pela parte prejudicada e ser cobrado da outra
para que ocorra o ressarcimento ,buscando o reequilíbrio da
relação contratual, quando provado. A Administração
Contratual nada mais é do que metodologia para
acompanhar ,analisar,identificar e preparar ações para buscar o
reequilíbrio da condição inicial contratual.
Um contrato deve ser administrado desde o início, onde o
gerente responsável deverá ter o conhecimento da proposta
apresentada pelo contratado, em detalhes, como preços,
prazos, responsabilidades das partes, etc. Após o início das
atividades qualquer ocorrência anormal deverá ser motivo de
análise, e quando ficar provado que é modificação não prevista
contratualmente, deverá ser comunicado ao cliente, através de
comunicação formal, para ser avaliado e aceito para posterior
ressarcimento. Este procedimento é fundamental e deve ser
executado continuamente :deveremos alertar, formalizar,
cobrar e arquivar corretamente todas as cartas, diários de obra,
fotografias,alterações de projeto, etc visando a possível
necessidade de uma demanda judicial, onde as provas serão
apresentadas a um perito que com a documentação correta
não terá dificuldades para o esclarecimento do assunto.

Ayrton Ruy Giublin Filho (Dezembro/2015)